OBELISCO SHUNGITE 70 GRAMAS

REF: 00300100377

EM STOCK

Qual o significado da figura Obelisco?

 

Originalmente, o obelisco estava associado com a adoração do sol, um símbolo de "Baal" (que era um dos titulas de Nimrode). Os antigos - tendo rejeitado o conhecimento do verdadeiro Criador - vendo que o sol dava vida as plantas e ao homem, olhavam para o sol como um deus, o grande doador da vida. Para eles, o obelisco também tinha um significado sexual. Sabendo que através da união sexual era produzida a vida, o falo (o órgão masculino da reprodução) era considerado (junto com o sol) um símbolo de vida. Estas eram as crenças representadas pelo obelisco.

 

 

Formato: Obelisco

Medidas do Obelisco: +/-  8,5 x 2,5 cm

 

Curiosidades sobre esta pedra:

Os cientistas estimam que a idade da Shungite é de quase 2 biliões de anos. Apesar de ser parecida com o carvão, é encontrada somente em camadas muito antigas da crosta terrestre, que se formaram quando ainda não havia vida no planeta.

De onde vem esta estranha rocha? Há 2 biliões de anos não havia florestas para que se formasse o carvão. Especialistas afirmam que nessa altura, só havia proto bactérias que subsistiam numa atmosfera sem oxigénio. Mas, de repente, grandes depósitos deste mineral apareceram!

Quem os trouxe para a Terra? Porquê? Como? As respostas ás duas primeiras perguntas são relativamente simples. Antevendo todas as armadilhas em que o Homem cairia devido aos grandes feitos e descobertas das “civilizações”, Deus deixou-nos uma saída! Ele formou a shungite para curar e salvar a vida na Terra.

 

Existem pelo menos 3 teorias que explicam a origem da shungite:

Os primitivos organismos microscópicos existiam em baixios dos antigos mares. O mar, rico em diversos resíduos orgânicos, formou uma matéria que, mais tarde, se transformou em shungite.

De acordo com outra versão mais exótica, a shungite é parte de um gigantesco meteorito que trouxe parte de um planeta em decomposição, chamado Phaeton, para a Terra. Acredita-se que Phaeton foi detentor de formas de vida baseadas no carbono. O gigantesco fragmento trouxe-as para a terra formando um campo de shungite no local do impacto.

Alguns pesquisadores asseguram que a forma e a estrutura da shungite têm características vulcânicas. Uma erupção vulcânica da substância que mais tarde formou a shungite, teria tido um efeito similar ao do hipotético fragmento de Phaeton.

Qualquer uma destas teorias pode ser verdadeira mas ninguém pode refutar o facto de a shungite ter qualidades únicas de cura e uma infinidade de características muito especiais, tornando-a num mineral único e nunca visto na Terra.

 

Onde encontrar:

A região russa de Karelia é o único lugar do mundo se pode encontrar a shungite. Este facto leva muitos a acreditar que a shungite um dia valerá mais que o ouro.

 

Propriedades únicas:

Nada mais no mundo se pode comparar ao poder de cura deste mineral que detém algumas propriedades muito especiais e também únicas. A Shungite cura, purifica, protege, normaliza, promove a recuperação e o crescimento em organismos vivos. Tudo o que nos pode afectar negativamente é eliminado; e tudo o que nos devolve a saúde é concentrado e restaurado por esta rocha milagrosa. Cada cientista que investiga a shungite, declara que ela é milagrosa!

 

A sua composição química é única:

A shungite é o único material natural que contem fulerenos. A importância desta descoberta é salientada pelo facto de os três cientistas que descobriram os fulerenos terem recebido o Prémio Nobel.

 

 

Composição química e suas propriedades:

Na composição da shungite entram quase todos os elementos da tabela periódica. Apesar de se saber que nem todos os elementos químicos são benéficos para as formas de vida, este mineral demonstra uma característica surpreendente: somente os componentes benéficos para a saúde são absorvidos pela água. Os especialistas acreditam ainda, que a água que contem os depósitos de shungite deu origem á vida, já que a sua estrutura natural e complexa é muito parecida com a de uma célula viva.

A shungite absorve e elimina tudo o que é uma ameaça á vida mas concentra e restaura tudo o que é benéfico. Os cientistas que investigaram este fenómeno declararam-no um milagre, por unanimidade.

A shungite é o único mineral que contem fulerenos. Muito recentemente descobertos, os fulerenos estão entre as maiores descobertas científicas do século 20. O seu nome vem do grande arquiteto, Buckminster Fuller, pois a sua estrutura molecular, em forma de gaiola oca formada por 60 ou mais átomos de carbono, faz lembrar as abobadas geodésicas popularizadas pelo seu trabalho. A forma da molécula dos fulerenos é parecida com uma bola de futebol. Os fulerenos encontram-se em quantidade mínimas na natureza, e são geralmente formados por descargas elétricas. Como estão presentes neste mineral ainda é um mistério. Perceber todo o seu potencial será um dos grandes desafios e uma das grandes descobertas do século 21.

A shungite é por vezes chamada a “Pedra da Vida” pelas suas propriedades curativas e anti-bacterológicas. Muitas pessoas usam a shungite para criar um espaço de cura em suas casas, colocando-a na água para purificar e carregar a água com energia de cura e limpeza.

 

Pedra do Rejuvenescimento

Este mineral é reconhecido por conter propriedades de cura incomparavelmente superiores a qualquer outro. A shungite purifica, protege, normaliza, induz a recuperação e promove o crescimento dos organismos vivos.

A shungite é considerada uma excelente forma de proteção contra as radiações eletromagnéticas emitidas pelos computadores, micro-ondas, televisores, telefones móveis e sem fios, redes wi-fi, etc.

 

Propriedades curativas da Shungite:

Em diversas clínicas russas os médicos e terapeutas usam a shungite, desde o século 19, para aliviar, com uma crescente taxa de sucesso, uma grande variedade de queixas tais como doenças coronárias, alergias, doenças de pele, artrite, rejuvenescimento da pele e cabelo, entre outras.

€17.85

VOLTAR