DEUSES E RITUAIS INICIÁTICOS DA ANTIGA LUSITÂNIA

REF: 03501700016

ESGOTADO

Autor: Gilberto de Lascariz

 

Gilberto de Lascariz nasceu em Caracas, Venezuela, vindo desde muito cedo a viver em Portugal. Formou-se em Direito, na Faculdade de Direito de Lisboa, ao mesmo tempo que seguia Língua e Cultura Sânscrita na Universidade Nova de Lisboa. Desde muito cedo esteve envolvido em várias sociedades esotéricas de carácter rosacruciano e maçónico, tendo tomado votos na Tradição Nyngma-Pa do Budismo Tibetano. A sua envolvência com o Wicca Tradicional na Tradição Alexandriana a partir de 1982, associado ao seu envolvimento com a Antroposofia, despertou-o para a necessidade de desenvolver métodos meditativos e rituais que permitissem uma abordagem esotérica da Bruxaria Iniciática e Neopagã em antítese à sua superficialização New Age. Em 1989 criou em Portugal o Coventículo TerraSerpente de Wicca Alexandriana e lançou a Confraria Sol-Negro, uma organização artística dedicada à renovação estética das artes sob o ponto de vista do esoterismo neopagão, na sua aceção evoliana. As suas palestras nas “Conferências do Inferno”, realizadas nos anos 80/90 no Porto, alertaram-no para a necessidade de registar em livro o seu pensamento esotérico e neopagão. Publicou os livros Mãe Canibal, O Culto da Bruxaria no Artista e Escritor Austin Osman Spare e traduziu e prefaciou o livro de Ronald Huton, Os Xamãs da Sibéria. Em 1999 criou o Projecto Karnayna, uma organização que visa fornecer instrução esotérica na perspetiva do Neopaganismo sendo o primeiro autor a fazer workshops de Wicca em Portugal, tal como é hoje praticado por Janet Farrar e Vivianne Crowley. O magazine francês de cultura gótica Elegy Ibérica considerou-o em 2006 como sendo a figura mais importante do pensamento esotérico neopagão em Portugal. Na Zéfiro, publicou a obra Ritos e Mistérios Secretos do Wicca. É também autor do posfácio de O Chamado dos Velhos Deuses, de Nigel Jackson, e foi o coordenador da edição de 2009 de Mandrágora - O Almanaque Pagão

 

ESTA OBRA REVELA-NOS AS PRÁTICAS MÁGICAS E SECRETAS SEGUIDAS PELOS NOSSOS ANTEPASSADOS LUSITANOS

 

 À luz de rigorosos postulados iniciáticos, o autor traz-nos os frutos filosóficos de longos retiros nos lugares sagrados da Antiga Lusitânia.

Desde os sepultamentos místicos em tumbas de pedra, cultuando Arvs e Serápis, até ao recolhimento transfiguratório no cume de fragas em devoção a Endovélico, desde os ritos mistéricos das colheitas, sob a tutela de Ataecina, ao culto à Serpente de raízes neolíticas, o leitor encontrará neste livro algo que lhe dará motivos para se sentir orgulhoso de, como português, ser herdeiro de uma Antiga Memória cujas raízes se estendem no fundo remoto da nossa Lusitanidade e da nossa Tradição.

 

Contém: 163 páginas

€18.70

VOLTAR